!! AVISO !!

Este site contém material/textos pornográficos e/ou palavras de baixo calão.
Não é recomendado para pessoas sexualmente inativas.

Vota nas pesquisas aí, porra!

3 de fevereiro de 2012

Como perder seu namorado


          Estou namorando há pouco mais de um ano. E apesar do pouco tempo, já estamos tendo algumas brigas bem idiotas. Não que eu seja perfeito, ou que eu seja um anjo. Mas as nossas formas diferentes de pensar e nossa diferença “cultural” estão pesando bastante e acho que são a principal causa dessas briguinhas idiotas.
          Vocês mulheres nunca estão satisfeitas. Sempre tem algo para reclamar. Vivem querendo mudar a gente, cortar nossas asas, apagar as qualidades pelas quais, justamente, vocês se apaixonam. Homem é parecido com bicho selvagem. Ele se sente muito melhor quando esta solto nas savanas, do que preso numa jaula de zoológico. Um rinoceronte numa jaula continua sendo um rinoceronte. Um leão continua sendo um leão. Mas os dois não tem mais aquele brilho nos olhos de quando podiam correr livres na grama.
          Se minha namorada fosse leitora desta merda aqui, eu gostaria de dizer pra ela pensar um pouco na vida e rever os seus conceitos.
          A melhor coisa a fazer quando a gente não esta satisfeito é seguir nosso rumo e procurar coisa nos agrade mais e/ou melhor. Não é? Então porque a gente insiste em querer mudar as pessoas? Pessoas não mudam. Ou mudam muito pouco.
          Quase todos os relacionamentos passam por uma fase, ou são eternamente vividos em uma fase de disputa pelo domínio/controle da relação. E mulheres gostam muito de mandar/dominar. Mulheres, entendam uma coisa: vocês nunca vão conseguir dominar um homem. Se ele te dá o controle, ou aceita seus caprichos e lampejos de domínio, pode ter certeza que vai comer outras na hora do almoço, ou procurar um puteiro quando disser que vai tomar chopp com os amigos. Isso sufoca, e quase sempre a gente arruma uma forma de extravazar. Se você busca uma relação sincera e de amizade, este não é o caminho.

17 de junho de 2011

Mulher é um bicho muito escroto 2

Sábado de sol. São 9:30 da manha. Estou dormindo (quase acordado) com minha namorada, depois de uma noite do mais puro sexo. Na tarde do dia anterior decidi mudar meu estatus na rede social para “namorando”. Antes de dormir, saciado e extasiado pelo sexo, esqueci de colocar o telefone no modo “silent”, como sempre faço para evitar problemas (não que eu esteja sendo canalha, porque até que estou bem comportado ultimamente, mas por uma simples questao de evitar problemas, afinal, nao poderia evitar o que ia acabar de acontecer). Chega uma mensagem no celular. “Puta que pariu”, pensei.


17 de abril de 2011

Carro x Mulher

Tem mais ou menos 2 meses que troquei meu carro por um modelo 2011. Quem acompanha meus textos já percebeu que nao sou um cara muito ligado à estas coisas materiais, e por isso mesmo, fiquei um bom tempo com o carro antigo, sem dar muita importancia ao fato dele já nao ser tão novo.


Mas eu já sabia (e já falei disso em outros artigos), que eu provavelmente ficaria um pouco mais “bonito” de carro novo. E não deu outra... Mais mulher olhando, mais destaque, e obviamente, mais interesse.

16 de março de 2011

Traduções

Nao tinha como nao publicar esta pérola... =)

13 de março de 2011

O problema é que a oferta é maior que a procura

Já não é de hoje que eu reflito sobre as dificuldades que todos temos de encontrar pares românticos perfeitos, uma namorada, alguém legal, ou simplesmente alguém pra ficar junto um tempo, viajar, ir ao cinema, etc, ou qualquer nome que você queira dar para esta pessoa.


E sempre que eu penso neste assunto eu caio sempre na mesma conclusão. A oferta é muito grande. Se você sai na balada você certamente vai conhecer alguma mina que pode ser maneira ou não. E a cada dia você vai somando possíveis “namoradas” à sua lista de amigos no facebook, orkut, etc.

12 de março de 2011

Puta ou santa?

Existe uma frase muito famosa entre os homens que diz assim: “Mulher boa é aquela que é uma dama na mesa, e uma puta na cama”. Nem preciso explicar muito essa frase né? Todo mundo gosta de sexo. E como bem disse alguém na TV certa vez: “Sexo bom é sexo sujo”. “Sujo” no sentido de “dirty”, do inglês, que também dá a idéia de “safado”, “sem frescura”.


Não estou dizendo que o sexo não pode ser romântico. Claro que pode, e deve. Mas não em 100% do tempo. Quem de vocês, leitores, nunca tomou umas caipirinhas com a namorada, ou um bom vinho num jantar e chegou em casa ou no motel com vontade de comer todos os buracos dela? E ela com vontade de sugar você até a ultima gota de sêmen?

22 de fevereiro de 2011

Machista é a mulher

Antes de mais nada me desculpem pela falta de post... Essa vida anda muito louca, muitos eventos no final de semana, pouco tempo pra escrever...

Enfim... O lado bom é que com o fds cheio as historias aumentam. Pois bem... Eis que conheci uma figurinha nova... Bonitinha, meiga, um amorzinho de menina. Vinte e dois anos, formada, estudante mestrado, nao trabalha. Nao podia ser perfeito né? Pois é...

Não é bem assim que a banda toca...


Hoje passamos a tarde na praia e fomos almoçar direto da praia. Mas eu só conseguia me lembrar daquele termo "machismo de conveniencia", que muitos blogueiros ja usaram e explicaram por aí.
É quando a própria mina assume um comportamento machista só quando lhe convém. O exemplo mais claro disso são as contas de restaurante, ou outras despesas bobas.

31 de janeiro de 2011

Mulher mal comida

Um dos instintos mais básicos e sentimento difícil de lidar, derivado do comportamento de defesa, no ser humano, é o sentimento de rejeição. É por causa da rejeição, que homens matam suas esposas, mulheres fazem loucuras “por amor”, e muitas outras coisas que pensamos inimagináveis nestas situações de desespero sentimental. Num ponto de vista mais leve, é a nao aceitação da rejeição que leva alguns caras “sem noçao” a agarrar mulheres a força em boates, e eventos dos mais variados tipos. A aceitação da rejeição pelas mulheres tem o mesmo nível de streess interno, mas o comportamento resultante é bem diferente, como todos sabemos bem.



 

...